11 de fevereiro de 2010

Voltou.

Agora é oficial, voltou o




As parecenças são cada vez maiores


A única diferença é que o "botas" era poupado ao passo que o Engº (?) gasta que se farta.

7 comentários:

  1. Apesar de ainda não ter conseguido ler as escutas posso pensar que têm receio que algo mais grave possa vir a público; a não ser assim é um erro político de todo o tamanho.

    ResponderEliminar
  2. EIII Eduardo! Muito tem isto que se lhe diga.
    1º a Liberdade de expressão existe apenas porque todos pensam que existe, quando já há muito que acabou neste País...na verdade temos censura. O Gonçalo Amaral, o Frederico Duarte de Carvalho e Daniel Estulin, viram os seus lvros serem retirados do mercado.
    As pessoas parece que têm medo de falar, ou porque perdem o emprego, ou porque temem perder outras coisas.
    Agora o que me faz muita confusão é o engº ter vendido a alma ao diabo! digo isto porque o dono dos donos dos média, é o homem que controla, toda a informação europeia e o seu Partido é o PSD... Pinto Balsemão.
    Entretanto li há meses no blogue do CN, que a compra da TVI era ilegal, se não estou em erro.
    Li também lá que as lutas entre os gigantes da Sic e TVI iriam ser até ao fim e que o velho ía tentar dar cabo do novo... do Vasconcelos do Ongoing...A
    A melhor altura para armar a jiga... quando o Governo está periclitante!
    Balsemão ao actuar agora, mata dois coelhos de uma cajadada só. Dá cabo da imagem do PS, que apesar da minoria relativa ganhou, depois esmaga o Vasconcelos, seu rival e que lhe quer usurpar o poder. Resumindo o PSD vai para o poleiro e ele livra-se do seu inimigo com uma pinta do caraças.
    Nunca um demónio novo, ouse meter-se com o demónio velho! Se o PS tivesse perdido, nada disto se estaria a passar. O demónio e lutaria apenas com o concorrente... lobbie contra lobbie. Assim faz tudo de uma penada só!melhor ainda. O seu Partido e vassalos tomam o poder e a TVI cai de rastos! o PS já era!
    Não te esqueças que Balsemão é o senhor do bolo.
    De escrita em dia:
    «Águas paradas

    A Ongoing vai ter de comprar a TVI se, realmente, quiser ter uma televisão generalista em sinal aberto… as pressões de Nuno Vasconcellos sobre o padrinho não surtiram efeito. Balsemão não sai, só morto.
    A questão que se coloca é saber se isso é bom ou mau… assim à primeira vista parece-me mau, primeiro porque se a Ongoing tem 25% da SIC e tomar o controlo da TVI passa a ter uma posição dominante no mercado do audiovisual que, de resto, julgo até ser contrária à Lei. Depois, porque se a Ongoing tiver de comprar a TVI, Moniz voltará ao controlo do canal e nada disto terá servido para mexer as águas.
    O que eu gostava de voltar a ver era Moniz e Rangel, frente-a-frente, num último duelo ao pôr-do-sol. Mas, isso, só seria possível com Moniz na SIC e Rangel na TVI. »

    Isto aqui foi um aviso do CN, em Setembro antes das eleições...
    Depois é ir acompanhando o blogue no que respeita à ERC, manipulaçao e vê-se que o engº tem a "cama feita".
    Desde Abril que o CN está a tentar chamar a atenção para isto e agora nos seus posts goza comó caneco! :))

    ResponderEliminar
  3. Estou com o Paulo Lobato ... e amanhã como o SOL sai com o polvo logo saberemos.

    ResponderEliminar
  4. Caros amigos, Paulo, Fada e FP.
    Já li o que tinha a ler e aponta tudo no sentido que eu já calculava.
    Perante isto só posso lamentar duas questões.

    A 1ª é a total falta de maturidade democrática do nosso país, começando em quem vota e acabando na classe política. Sim, porque as pessoas que votam em canalha desta não podem agora sacudir a água do capote. São eles os culpados !

    2º, lamento que a "intromissão" que a UE exerce nas políticas financeiras de cada estado membro, não seja também ela extensível para situações, claras e evidentes de falta de democracia e de ilegalidades grosseiras.
    Visto que por cá, ninguém (Cavaco) faz nada, devia de haver a possibilidade da UE de dissolver este ... ia dizer governo, mas prefiro catalogá-la de vergonha.

    ResponderEliminar
  5. Eu assumo a minha culpa, Eduardo, mas não acha que também há muita sofreguidão em aproveitar tudo isto sabe-se lá em nome de que coligação de interesses?
    E que não existem coincidências?

    ResponderEliminar
  6. Acho que a forma como isto tem vindo a publico é orquestrada, raia aqui e ali, pelo que tenho lido, o ilegal. Acho evidente que há interesses políticos por detrás, acho tudo isso.
    Mas acima de tudo, e por tudo quanto lí, acho que ficámos a saber, de forma muito clara, que este governo, é de facto um polvo, tal como o Sol o classifica. Acho que estamos perante uma situação gravíssima de ilegalidades, que se acumulam umas atrás das outras e se inteligam e que mostram também aqui uma orquestração gigantesca e que por tudo isto, as pessoas envolvidas deveriam ser julgadas e daí deveriam resultar penas pesadíssimas e efectivas para os infractores.
    A bem da verdade, a bem da democracia, a bem de Portugal !

    A forma, pode não ter sido a mais correcta, mas nós não podemos ficar cegos, surdos e mudos no que diz respeito ao conteúdo.

    ResponderEliminar
  7. Estive a ouvir o Fórum da TSF e um ouvinte que disse básicamente o mesmo que eu... falou em Balsemão e disse uma por uma as Empresas de Comunicação Social... e a quem pertencem... tudo do PSD ou CDS. Desligaram o telefone, os da TSF. Agora esta crise política foi gerada pelo poder económico porque vivemos num Estado onde a Justiça é inoperante. Se os jornalistas descobrem certos podres e como disse um Juiz desembargador, que já
    não está no activo, tudo fizessem para denunciar os prazos dos processos e não deixassem morrer na lama todos eles, Esse era sim um serviço público!... insistir e divulgar o não cumprimento da lei, até que esta fosse cumprida. Quanto ao Governo ser um polvo, A Ar e o PR estão todos metidos neste esquema, especialmente o bloco central. Só para dar um exemplo, Balsemão o dono da Impresa era um dos maiores accionistas do BPN. Morreu o caso? Claro!
    Outro ponto a ter em atenção, é que estas crises aparecem sempre em situações mais periclitantes no Governo: eleições, Orçamento, etc. etc.
    Rangel foi denegrir ainda mais a imagem de Portugal, o que é muito "bom" para os investidores e assim estão a levar o País ao charco, que é um vê se te avias!
    Faça-se Justiça, haja Justiça, senão isto é tudo menos um Estado de Direito.

    ps. nem sabia que a Moura Guedes, tinha sido deputada do CDS... :))

    ResponderEliminar