11 de fevereiro de 2012

Sting - Roxanne (Live Tuscany, Sept. 11, 2001).

4 comentários:

  1. Assobiando para o lado?
    Tá bem!
    Vê-se e ouve-se com agrado...

    (Mas olha... eram tantos, tantos mil...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rogério, de tempos a tempos vou metendo umas músicas aqui no meu blogue, porque sinceramente não consigo viver sem música e porque gosto de partilhar aquelas que mais aprecio com os meus queridos seguidores.

      Esta, no entanto, foi uma música escolhida a dedo e de forma nada, mesmo nada, ingénua.

      Aqueles que me são mais próximos e me conhecem há mais tempo, são capazes de ter detectado a "mensagem" que quis passar com esta escolha musical, os outros, obviamente, o mais certo é não "terem apanhado" a coisa !

      Pegando na letra deste antiguinho tema dos Police, posso dizer que ando farto das "Roxannes" que nos (des)governam e que constantemente nos acendem autênticas "Red Ligths" com a miserável austeridade em que nos afogam.

      E "last but not least", se ver e ouvir este vídeo até ao fim repare bem na última frase que o Sting pronuncia.
      Faço minhas as palavras do Sting nessa última frase.

      Quanto ao assobio, ele está "mudo", e nunca para o lado.
      Posso não assobiar, como agora, mas nunca assobio para o lado.
      Tenho contribuído, dentro das minha possibilidades, para a LUTA que é necessário travar contra esta canalha ressabiada de direita, mas neste momento senti necessidade de parar, reflectir, e reencontrar- formas e motivações para no futuro poder continuar a contribuir no sentido de deixar ao meu filho um país melhor.
      Por agora, tenho o assobio guardado, porque até tenho medo de encher os pulmões e dar azo à assobiadela que me apetecia dar, entende ?

      Foram muitos milhares, bem sei, mas neste momento temo as minhas próprias reacções, e o empolgamento emocional das "manifs" é coisa que devo evitar, sob pena de me "desembestar" e fazer alguma asneira !

      Com a maior das franquezas diga-me :

      - Acha que a presença dos 300 mil no Terreiro, tendo em conta o estado actual em que vivemos, veio alterar alguma coisa ?

      Os gajos estão-se a marimbar para isso pá ! e não vejo que, actualmente, estas acções de luta sirvam os nossos propósitos.

      Mas posso estar enganado, você me dirá de sua justiça.

      Eliminar
  2. Calma no Brasil que Portugal é nosso.

    Não era assim que os antigos diziam?

    A ver vamos, entretanto, não podemos deixar de ouvir música nem que seja aquela que nos exportam!

    Um abraço, Eduardo,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo Nunes, os antigos também diziam "quem canta seus males espanta".

      Eu como não sei cantar ... olhe ! dou música da forma que posso e que sei :-)))

      Eliminar