5 de maio de 2010

Heil Sócrates !

Portugal vive numa ditadura. Poderá não ser uma ditadura nos moldes em que conhecemos as ditaduras de outrora, mas é seguramente uma ditadura.
Boa parte de tudo o que nos rodeia, já existia no passado, mas assume agora novos desgins, novas soluções, novos formatos. Tomemos como exemplo os veículos automóveis. Estes já existiam no início do Sec.XX, e continuam a existir hoje, mas agora muito mais evoluídos, muito mais funcionais, com um aspecto mais apelativo, mas não deixam de ser veículos automóveis, como eram os outros há um Século atrás.
O mesmo se passa com esta ditadura do PS. É mais agradável à vista (de alguns dos piores cegos que existem, que são aqueles que não querem ver), está melhor camuflada, mas ainda assim não deixa de ser uma ditadura. Diria mesmo, é a mais jovem ditadura que o Mundo conhece.
Este Governo PS tomou de assalto as instâncias legais, controla os Juízes, e põe e dispõe em todo o sistema judicial Português. Controlou, e continua a controlar grande parte do meios de comunicação.
E aqueles que não controla, passaram a ser perseguidos pelo poder Judicial que trabalha, não a favor da Justiça, mas a favor do Regime Ditatorial do PS.
Tudo isto meus caros, são exemplos a que o Mundo já assistiu no passado, a personagens como Mussolini, Hitler, Salazar, Ceausescu, entre outros.
Isto meus amigos, é DITADURA.
E venha lá o mais pintado dizer-me o contrário.

8 comentários:

  1. Este é o problema de os partidos (pessoas) se eternizarem no poder (governo, autarquias, empresas,..); tendem a ter uma postura autoritária, pouco democrática.
    Num país de favores, então...

    ResponderEliminar
  2. Não iria tão longe Eduardo, até porque não existem presos politicos, partido único, censura. Acho sim que existem muitos incompetentes na vida politica nacional e demasiado compadrio que (aí vou aproveitar a palavra ditadura) colocou este país numa espécie de ditadura económica em relação aos grandes interesses.

    ResponderEliminar
  3. Paulo, poderá também passar por aí, embora a eternização das pessoas no poder só seja perniciosa quando essas mesmas pessoas não sejam honestas, cumpridoras e competentes. Repara que tens neste país, exemplos a nível autarquico de pessoas que se têm eternizado no poder e com resultados francamente positivos.
    O problema, aqui e agora, é que estes últimos governos PS se tornaram efectivamente num polvo, à imagem das organizações mafiosas ou, como eu digo, ditatoriais. Tomaram o controlo das entidades que, num regime democrático deverão obrigatoriamente ser independentes, e quando assim é torna-se difícil derrubá-los.
    Terá de ser sempre pelo voto consciente de cada um de nós, mas a verdade é que o Português só se recorre da sua consciência quando lhe falta a comida no prato.

    ResponderEliminar
  4. Renato, essas questões diferenciam-nos de ditaduras anteriores, mas é precisamente isso que digo, a roupagem é outra, mas a essência ditatorial está lá, e é a mesma.

    ResponderEliminar
  5. Pois eu também acho que estamos numa ditadura, e não muito diferente daquela em que vivemos há uns quantos anos atrás.
    Dizem-nos o que fazer, o que pensar, censuram o que não lhes dá jeito ser publicado, e distorcem a verdade como bem lhes apetece.
    Não sei como chegámos a este ponto, mas acho que vamos ficar presos nisto durante algum tempo, infelizmente.

    ResponderEliminar
  6. Ficaremos presos a isto o tempo que quisermos! Não? O mundo pula e avança quando os homens sonham ( e agem!).
    E agora uma coisa totalmente diferente: Como um vulcão pode dar a volta "ao resultado" histórico.
    Para saber em http://abelcovarrubias.wordpress.com/2009/08/05/laki/#comment-42

    ResponderEliminar
  7. Eduardo, faço minhas as tuas palavras.
    Já agora, e se me permites, gostaria de perguntar ao Renato_Seara como classifica o nosso sistema político: Democracia?! Isto é uma Democracia?!!!

    ResponderEliminar
  8. Apesar de os conceitos estarem um pouco misturados, pois ideologia é uma coisa e etrutura é outra, considero que a Democracia pode existir sobre duas estruturas, República ou monarquia, o que não existe é Democracia sem Estado de Direito e isso está muito bem expresso neste vídeo do youtube. vale a pena ver e divulgar. Falta-nos o Estado de Direito! É falso!
    http://www.youtube.com/watch?v=YMpHgK4vT2w
    Bom texto Eduardo! Parabéns!
    Gostei imenso do comentário do Miguel! Quem sai aos seus... :)) Beijinho, Miguel!
    Abraço, meus amigos. :))

    ResponderEliminar