12 de setembro de 2009

Almada, Cidade Educadora


Defendo, e cada vez mais, que uma sociedade que se quer evoluída, com maior civismo e cidadania, e naturalmente melhor preparada para os desafios que constantemente se nos deparam, deve ser alicerçada na Educação e Cultura.
Sem Educação e Cultura, bem podem chover Euros, que os mesmos escorrem, sem proveito, para a sarjeta da ignorância e da incapacidade de evolução.
Nesse sentido, é com redobrado orgulho que quero deixar aqui, aquilo que considero ser um exemplo para o País no que à Educação e ao cuidado de educar um povo diz respeito.
Almada, a minha cidade, a terra que me viu nascer, tem, através da sua Câmara Municipal, desenvolvido um projecto ao nível da Educação verdadeiramente exemplar.
Tentarei de forma abreviada, mas ainda assim esclarecedora, deixar aqui as linhas mestras do que foram, nos últimos 4 anos, essa gestão sustentada do plano Almada Cidade Educadora.
Foram investidos pela autarquia, nos últimos 4 anos, cerca de 24 milhões de Euros na construção de 9 novas escolas básicas com jardim-de-infância. As novas escolas que têm sido construídas em Almada assentam arquitectonicamente em tipologias avançadas, com mais salas disponíveis, o que permite ás associações de pais, grandes dinamizadoras das actividades de enriquecimento cultural (AEC's), o alargamento dos horários de funcionamento das escolas, facilitando assim a vida de enumeras famílias.
Também os mais desfavorecidos têm sido alvo da atenção redobrada neste projecto Cidade Educadora. Durante o ano passado foram servidas 800 mil refeições quentes nos 44 refeitórios escolares existentes, permitindo assim condições de igualdade no ensino aos alunos mais carenciados. De salientar ainda que, para garantir a qualidade da alimentação nas escolas, a Câmara de Almada celebrou um protocolo com o Instituto Ricardo Jorge que efectua o controlo micro biológico dos alimentos que são confeccionados nos refeitórios escolares.
Foi também desenvolvido uma rede de transporte especial para os alunos com mobilidade reduzida, que garante o transporte de dezenas de alunos nestas condições entre a casa e a escola.
A rede de bibliotecas escolares tem tido também um crescimento constante, contando o concelho hoje em dia com cerca de 40 destas unidades.
Como se pode ver, a aposta na Educação em Almada é uma realidade, e mais importante que isso, é uma realidade sustentada e devidamente estruturada o que permitirá, seguramente, um futuro melhor para a sua população.
Não queria acabar sem deixar de referir que o meu orgulho se deve, sobretudo, ao meu enorme "bairrismo" por Almada e ao poder verificar que a Educação é um pilar na evolução do meu concelho, o que vai de encontro ás minhas expectativas e á minha visão de futuro para o nosso País.

9 comentários:

  1. Também tenho a convicção de que a Educação é um dos pilares mais importantes no desenvolvimento de uma sociedade. Parabéns a Almada.
    Em Famalicão também tem havido forte investimento na construção de centros escolares e melhoramento de escolas do básico e pré-escolar, bem como o apoio a actividades escolares, às refeições e manuais grátis para o 1º ciclo.
    Mas é preciso continuar a melhorar a qualidade da Educação em todos os aspectos.

    ResponderEliminar
  2. O problema Eduardo, neste mundo, é que a educação não funciona sem informação e essa é uma matéria a que quase toda a população não tem acesso.
    De qualquer forma, Almada está de parabéns, pelas políticas de educação e de desenvolvimento.
    Deixo aqui dois endereços, para que perceba, porque entro sempre a rasgar...

    http://paramimtantofaz.blogspot.com/

    http://www.anovaordemmundial.com/

    ResponderEliminar
  3. Manuela, antes de mais obrigado pelo comentário.
    Felizmente que vão havendo autarquias que vão cumprindo, e bem, um papel de relevo na formação da nossa sociedade.
    E mais me agrada ainda, quando vejo isso acontecer em Câmaras dos mais variados quadrantes políticos.
    Aqui em Almada através do PCP, aí em Famalicão com o PSD, em Ponte de Sôr (exemplo que dei num post anterior) com o PS.
    É bom sinal, é sinal que independentemente dos aparelhos partidários que estejam por detrás, há pessoas e respectivas equipas que cumprem superiormente tão nobre tarefa que é estar-se ao serviço do Povo.

    ResponderEliminar
  4. Fada, é sempre a rasgar ! ehehe
    Eu entendo, eu também sou um bocado (muito mesmo) assim.
    Volta e meia também entro a rasgar, e quando o faço tendo a não deixar nada de pé à minha passagem.
    Embora aqui tente, sempre que possível, mostrar o que de bom vai havendo neste nosso Mundo.
    Mas quando tiver que rasgar aqui, também não me vou ensaiar.

    ResponderEliminar
  5. Eduardo,
    Só com a divulgação destes aspectos positivos é possível criar uma mentalidade que «obrigue» os nossos decisores a seguir caminhos com saída.
    Almada na margem certa (penso que é qualquer coisa parecida com isto)

    ResponderEliminar
  6. Olá outra vez ;))
    Concordo plenamente que se deve divulgar o que fazem as boas pessoas e instituições. Estou em total acordo, o que não admito dos nossos governantes, é que nos escondam, o que andam constantemente a tramar contra nós. Detesto a censura e a desinformação. Como dizia Martin Luther King, o verdadeiro mal do mundo não são os que praticam o mal, mas sim o silêncio dos bons.
    Por isso quando for a rasgar, haja coragem. :))

    Estou consigo para apoiar. :)

    ResponderEliminar
  7. Paulo,
    de facto parece-me que realçar o que de bom vai sendo feito, é uma das formas de chamarmos a atenção e de "educarmos" os nossos decisores para irem seguindo o rumo que melhor serve as populações.
    Quando assim não acontece, então, tal como aqui já foi dito, há que dar um murro na mesa e gritar bem alto o que nos vai na alma.
    É que tão importante como saber liderar, é sabermos ser liderados.

    ResponderEliminar
  8. Como sabes, eu só posso dizer bem da política educativa e cultural de Almada. Aquilo que é anunciado nos meios de comunicação social equivale, de facto, à realidade.

    ResponderEliminar
  9. A primeira lição sobre a segurança doméstica ( GRÁTIS ),
    ... é o cuidado que devemos ter com os aparelhos a gás em particular os Esquentadores e Caldeiras

    TOME NOTA:

    - Nunca permita a instalação de esquentadores no interior de quartos ou casas de banho.
    - Certifique-se que o aparelho está preparado e aprovado para o gás a utilizar.
    - Para a instalação destes aparelhos recorra apenas e só a entidades credenciadas
    - Certifique-se que o aparelho foi instalado de forma a segurar-lhe uma tiragem correcta, com a conduta de evacuação dos gases devidamente montada entre a saída do aparelho e o exterior da habitação ou a conduta da chaminé.
    - Certifique-se que o local da instalação do aparelho é bem ventilado.
    - Nunca mude ou troque de posição a sonda dos gases do aparelho, sob pena de colocar em risco a sua saúde( intoxicação por monóxido de carbono )
    - Nos esquentadores de acendimento manual , certifique-se antes de acender que as torneiras de água quente se encontram fechadas.

    Se a instalação do seu aparelho não cumpre estas normas de segurança, não hesite em ligar, marca uma visita de análise.
    LIGUE: 914568291 - 963835035
    Jorge Gourgel

    Distrito de Setubal e Lisboa

    LEMBRE- SE:
    Se voçê acha que a segurança custa caro,( NUNCA ) experimente um acidente

    ResponderEliminar